17/05/2011

Risos e pulos aparentes

Não estar apaixonado me parece que é o motivo para a busca de uma paixão..
pelo motivo das noites mal dormidas, das lágrimas de decepção, dos reclames pelo qual passamos; talvez não nascemos para a vida solitária, mas para a vida compartilhada, animada, doída.

Andar pelas calçadas, na esperança do encontro com o próximo motivo.. pelo ego, pela natureza; te esperar na chegada, ver seu espanto, o frenesi no olhar e a presa em seus passos

Eu quero sair na noite perdida, dançar até a próxima noite, como se o dia fosse uma exceção, livre como o pássaro do campo, campos sem fim..
Eu quero beber sem sentir o seu gosto amargo, ainda me equilibrando, até não conseguir mais parar de pular e a cada impacto saber que a emoção da música me pertencerá :) 
Eu quero as gargalhadas sem sentido.. sem motivo aparente, apenas por estar feliz!
Eu quero a rima perfeita, com seu sorriso ao ouvi-la, pensativo.. "eu distraido?"
Postar um comentário