11/11/2011

Trocadilhos

Cheguei a pensar errado, mesmo não conhecendo o certo; de todas as formas só não conheci a minha, sou como a água que não sacia o mundo; lágrimas secam ao vento. Um velho, um desconhecido me encarou, senti no fim do dia que perdi mais um dia, perdi para o mundo.. senti vontade de chorar, mas não chorei, não gosto da piedade no fim.

Definitivamente, preferivelmente, por favor.. eu sou feito de sentimentos.


Coloquei para assistir aquele velho e bom filme de romance dramático, para aliviar os olhos, para me justificar: quando se justifica, se espalha o peso da ação.. na madrugada me martirizei para erguer-me ao nascer do sol.

Custo a acreditar no tempo, muito tempo perco, perco um tempo que o dia levou. Aquele velho desconhecido se foi, levou consigo uma percepção singular, caberá também nada perceber, a idade se passou e talvez pouco tempo tenha lhe permitido perceber..

Não faço trocadilhos propositais, propositais seriam o avesso se assim fosse dito.

"E a que tudo se resume
É que ninguém conseguiu decifrar tudo" (Hand In My Pocket - Alanis Morissette)
Postar um comentário