24/03/2012

A Vida Aponta

Como falar tudo sem correr riscos ou se arrepender? Essa linha tênue que criamos de receio para não nos ferirmos, viver é um risco. Eu não posso me conter por receios passados, a vida me aponta sempre a frente, é pra frente que se anda, mudar de direção só se for em alguma esquina do coração.

Andei a toa, sem sentido, atento.

Em meio a tantas artimanhas traçadas no passado vi que posso me surpreender com o que realmente posso ter a chance de viver, e que busca maior seria a nossa senão a de viver?.. viver; viver algo novo.. perpétuo, passageiro.. feliz.

Nos seus olhos me perco, mergulho no seu sorriso e a vontade de avançar começa a insinuar que está cada vez mais presente em minha mente; vem uma vontade de estar perto, ver e ouvir seu sorriso, por alguns segundos ficarmos perdidos no silêncio do que não ter o que falar, mas não me preocupo porque ao nos olharmos não existe vazio.


"O amor que hoje eu levo
Dentro do meu peito
É o meu maior presente
O amor que me faz cantar
Que me leva a qualquer lugar, o amor" (Meu Maior Presente - Ivete Sangalo)
Postar um comentário