12/12/2012

Em Certas Mudanças

Eu que sou o primeiro a dizer que escolhemos estar nos tratando de uma certa maneira também percebo que deixar-se martirizar algumas horas nos faz pensar e refletir melhor, assim começamos a colocar as coisas no seu lugar, tirar as coisas do lugar, reorganizar ou simplesmente tirar a poeira do lugar; a questão é não deixar isso prolongar-se.

O amanhã sempre nos reservou seu problema diário, o sol sempre guardou seu brilho para um novo amanhecer; assim como ouvimos o que não merecemos, falamos coisas desnecessárias mas certas horas ouvir e não reagir pode ser a melhor defesa e dissipar-se a melhor atitude. Cada um tem seu superego a julgar as próprias palavras e atitudes; alguns juízes são impiedosos e fazem o réu crescer, outros compensatórios que fazem o réu ser um acomodado e agir na lei do 'olho por olho'. O mundo tem dessas coisas, feliz ou infelizmente somos diferentes.

Cena do filme: "Coisas que perdemos pelo caminho" (2007)
Temos medos, inseguranças e temores na mesma proporção da coragem, atitude e força para mudar.. mesmo que não saibamos. Cedo ou tarde a vida coloca cada um em seu lugar, manda e desmanda na lei do retorno. Os sentimentos e emoções são as formas mais singelas de se perceber a energia que emanamos.. então tratemos de emanar boas e livres do apego egoísta, vivendo nossas vidas. Ame.
Postar um comentário