26/03/2013

Demais Para Uma Pessoa

Eu fiz mudanças em mim, mudei de lugar mas não de coração. Eu fiz de nossa vivência uma escolha de vida, mas como se nada importasse fui para o lixo antes do caminhão passar. Vi pela rua a pressa de quem não sabe onde chegar, vi a pressa de quem sabia onde chegar mas não tinha como ir. Distante foi para o encontro de um encontro que já aconteceu, refez um dia que foi vivido, espero que não na esperança de ser um dia melhor mas um dia em que falhou ao esperar que fosse ao menos parecido com o dia de verão das risadas e comidas já provadas.

Tudo esta lá no lugar, tudo foi jogado fora, foi desistindo de tentar como se a vida não passasse de um dia. Quer o agora, quer o já.. viver desenfreado como um carrinho de rolimã.. com o tempo talvez aprenda que tudo perde a validade a exceção do amor que foi para o lixo, que foi colocado no lixo. Que será reciclado.

Em dias como esse em que um coração mastigado e jogado é válido, eu tento viver.. sangrando, com dor, com ânsia, com a loucura de um ritmo que a vida pede, com o ritmo de uma vida que não espera e atropela, quem sabe atropelado pelo caminhão do lixo.

Demais para mim foram as atitudes, demais para uma pessoa que se não fez foi porque não quis agir e jogar, como se joga um dado.. esperar chega a ser insuportável mas eu espero.


"Tudo bem se não deu certo
Eu achei que nós chegamos tão perto
Mas agora - com certeza eu enxergo
Que no fim eu amei por nós dois
Mas você lembra! Você vai lembrar de mim
Que o nosso amor valeu a pena" (Você vai lembrar de mim - Nenhum de Nós)
Postar um comentário