27/04/2013

CorRentes Dentro de Mim

E foi lá a medida do que passou a medir a importância de tudo que partia de mim.. e foi lá, partiu. Eu continuo, continuo na parceria da vida, do amor que vem de mim.. e de tudo que existe em mim.

As coisas começaram a mudar como se de mim uma lâmpada desse a ideia, a singela noção de que tudo que acontece com cada um de nós é uma passagem.. uma corrente de energia, uma corrente que liberta. Na manhã eu voltei, voltei sim, tinha a necessidade de reavivar as medidas e por à prova todas as verdades que chegaram a parecer mentira, não que tenha vindo na simples duvida, mas porque foi posto em duvida tudo o que vinha de fora, vinha do que alimentava meus dias, e que de um dia para o outro parou de saciar, parou e ponto.

Eu encontrei os motivos para continuar, eu encontrei em mim forças que temia não encontrar em momentos que não conhecia, inocente sonhei um dia não usar.. mas a vida é para ser usada, cada resquício de inseguranças põe a prova, coloca e remove de um lugar para o outro. Eu não entendi em vários momentos, mas deixei de questionar e segui uma inteligência não apenas racional, munido mais que perceptível, foi inexplicável.. o tempo não apaga, nada se apaga; o tempo amenizou, mostrou formas irregulares de uma linha de sensação e mistério. a vida talvez seja isso, um grande mistério.

Os momentos felizes estão voltando a acontecer, minhas orações fazem efeito, não no meu tempo, porque não é no tempo que esta a questão, mas dentro de nós mesmos.


"Desde quando eu era criança
Eu mudei tudo na minha cabeça [...]
O amor é um sinal verde em meus olhos" (Over the Love - Florence and The Machine)
Postar um comentário