07/02/2013

O Amor (1 Coríntios 13:4-7) - Percepções

"O amor é sempre paciente e generoso;
Nunca é invejoso;
O amor nunca é prepotente nem orgulhoso;
Não é rude nem egoísta;
Não se ofende nem se recente do mal;
Não se alegra do pecado alheio;
Mas se regojiza com a verdade;
E tudo perdoa, tudo crê, tudo espera e tudo tolera." (1 Coríntios 13:4-7)

A muito tempo já ouvia que o amor não é um caminho de rosas, então me pareceu como um teste que se tem que passar, mas nessa questão não existe fim do teste, apenas uma provação.

O amor ocorre dentro de nós e não fora ou arredor.. mas existe o fim do amor? acredito que não. A distância entre duas pessoas não significa nada, quando se acredita na eternidade da alma.


O amor é sempre paciente e generoso; nunca invejoso.. porque ama-se por sentir que são as diferenças e igualdades que nos une e nos torna melhor, sem querer o que não nos pertence naturalmente.


O amor nunca é prepotente, nem orgulhoso, não é rude nem egoísta . reconhecer que somos um e que precisamos estar juntos, mesmo que não estejamos perto, que sintamos igualdade na verdade do sentimento e sejamos capazes de reconhecer os sentimentos, erros e caminhos certos a seguir.


E tudo perdoa, tudo crê, tudo espera e tudo tolera.. afinal amar é amar.. assim por sentir, assim por ser amor, inexplicável e incomparável.


Postar um comentário